quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Não se intimide com a primeira reação das criaças

Cheguei com um livro diferente embaixo do braço, levei um livro de contos, com poucas ilustrações, a capa era da cor rosa e o título era, aparentemente, impossível de agradar a gregos e troianos. Princesas e damas encantadas é uma coletânea de contos celtas da Editora Martin Claret, é um livro de uma extensa coleção que nos traz contos orientais (China e Índia) e ocidentais (Europa).


http://3.bp.blogspot.com/-FnIgm6xiuuU/VqAj0ambt9I/AAAAAAAABIQ/5Xkvf1u8WSk/s1600/IMG_1012.JPG

 Ao verem a capa, espalhafatosa, linda de se ver (e para decorar estantes), as crianças prontamente reagiram - infelizmente, devido as conservas culturais de gênero - as reações foram óbvias.
"QUE LINDO, TIA!", disseram algumas das meninas.
''E ECA!", disseram alguns dos meninos - um nem quis tocar na capa, aquela crença que o rosa tem poder de transformar meninos em meninas -  em fadas -  ainda persiste nesta geração. =,( '
'Você não gosta de contos de fadas?'', lembro de ter perguntado e lembro sua resposta: '''Não! Nenhum!''.

Em outras ocasiões, principalmente se fosse uma das minhas primeiras contações, eu, com certeza, teria me sentido insegura. E logo teria me metido entre as estantes da biblioteca, para achar um outro livro para contar. Seria difícil localizar um livro que já conhecesse, então muito provavelmente julgaria um livro pela capa e improvisaria uma contação.

Mas ao longo das contações, conforme vamos acumulando experiências e vamos conhecendo o grupo, essas inseguranças vão minguando. Não me deixei abalar ou me intimidar com a reação de recusa dos meninos - principalmente daquele que se afastou do grupo e sentou no outro canto da sala. 

Eu já conhecia as crianças, havia me preparado e escolhido um conto chamado Árvore de Ouro e Árvore de Prata, um conto cheio de intrigas e idas e voltas, trata-se de uma mãe (Árvore de Prata) que descobre que não é a mais bela do mundo, e sim sua filha (Árvore de Ouro), ela tenta matá-la várias vezes. Em uma das vezes Árvore de Ouro é salva pela segunda esposa de seu marido - sim isso mesmo, uma história de novela. 
Uma das coisas mais interessantes dessa história é que o rei o o príncipe sempre estão ausentes, por isso cabe a ela - Árvore de Ouro se virar sozinha, ou com ajuda de seus criados e outras mulheres. 

Eu sabia que se elas dessem uma chance, iriam adorar esta história.

https://ae01.alicdn.com/kf/HTB1ebXUKVXXXXbmXFXXq6xXFXXXC/Fashion-Trendy-Vintage-Antique-font-b-Silver-b-font-Big-Life-font-b-Tree-b-font.jpg

E, de fato, todas elas ficaram encantadas com a história, envolvidas e participaram do início ao fim, com direito a dramatizações de desmaio. Uma das coisas interessantes desse conto é sua proximidade com outros contos de fadas que eles conheciam, como Branca de Neve, Rapunzel e A Bela Adormecida. 

Quando digo que todos participaram isso inclui aquele menino que disse que odiava contos de fadas - o mesmo que se sentou afastado do grupo. Na verdade, assim que a intriga começou ele chegou para perto da gente. Curiosamente, ele foi o que mais participou, o que mais entrou na história e o que mais compreendeu as motivações de cada personagem. 

Ao final da história, eu perguntei:
"Vocês gostaram da história?".
Todos disseram sim, e pediram para eu trazer histórias assim de príncipes e princesas, com exceção do mesmo menino que respondeu que não gostara nem um pouco da história. Eu sorri para ele, e me peguei pensando: "imagina se você tivesse gostado então!".
Escrito por: Júlia Gisler

Ficha técnica
Título: Princesas e Damas Encantadas
Autor: Joseph Jacobs
Editora: Martin Claret
Ano de edição: 2013

Nenhum comentário: