terça-feira, 21 de agosto de 2012

Diário do Contador: Chapeuzinho Amarelo



           Na última contação, li com as crianças “Chapeuzinho Amarelo” de Chico Buarque. O livro conseguiu prendê-las e as fez experimentar um entremeado de medo e risadas. Elas entraram nessa incrível narrativa melódica de tal forma que sentiram medo juntamente com a Chapeuzinho medrosa e ao decorrer da narrativa foram ficando mais confiantes assim como a personagem que deixa de ser submissa ao próprio medo, o enfrenta e em seguida se diverte com ele.
            A grande capacidade dos pequenos leitores em observar e tirar proveito das ilustrações me impressionou. Eles notaram diferenças cruciais nas imagens como a cor da personagem que varia entra amarelada (de medo), branca (pavor) e rosada (feliz) e comentaram isso comigo durante a contação. Salientaram que na capa ela não está com medo e concluíram sozinhos, somente observando as imagens, que Chapeuzinho é uma menina feliz a pesar do medo.
            Divertiram-se bastante ao perceber que o lobo tão medonho (que fez algumas crianças se esconderem atrás de mim ao ver a ilustração) foi se descaracterizando, virando um bolo, em um fantástico jogo de imagens e palavras. Foi sem dúvida uma bela leitura! Gostamos muito do livro (eu e as crianças)! Indico para todas as idades.


Dica:
Durante a leitura dialógica procuramos explorar bastante as ilustrações que trazem informações importantes para a narrativa e que muitas vezes não estão explicitas na mesma.



2 comentários:

marcio alves disse...

Interessante essa história, as crianças interagem com a personagem, perdendo o medo junto com ela. Parabéns!

Jéssica disse...

Aconteceu a mesma coisa comigo. Contei essa mesma história na minha última contação e as crianças chegavam comentando na sala de aula sobre o lobo sobre como a chapeuzinho era medrosa e acabavam compartilhando seus medos antigos de quando eram menores (bebezinhos, segundo eles) e como fizeram para superá-lo, assim como fez a chapeuzinho. Realmente é uma experiência muito interessante.